Filmes Para Curtir No Domingo #4

21/10/2018
Parece até brincadeira mas já faz mais de um mês que falei sobre filmes por aqui, é eu não sou mais a mesma hehe mas piadas parte, nesse final de semana pós provas que se passou resolvi colocar alguns filmes em dia. Pois bem como já disse por aqui entrei nesse universo do K-drama e isso tem tomado muito tempo e esta começando a me incomodar porque os episódios são muito longos e não consigo concluir no mesmo tempo que concluo uma serie e isso esta me deixando atrasada e parada em uma coisa só, por isso no fim de semana larguei mão do K-drama e fui ver alguns filmes que resolvi trazer aqui para vocês.
Mentes Sombrias
Sinopse - "Em um mundo apocalíptico, onde uma pandemia mata a maioria das crianças e adolescentes da América, alguns sobreviventes desenvolvem poderes sobrenaturais. Eles então são tirados pelo governo de suas famílias e enviados para campos de custódia. Entre elas está Ruby, que precisa se esconder entre as crianças sobreviventes devido ao poder que possui."

Sinceridade né meus amigos, então o filme é até legal, meio previsível e bem x-man - pronto falei - mas pelamor de Cristo que final infeliz foi aquele? Primeiro que já ficou na cara o que ela ia fazer dai ela vai e faz, enfim achei que a história poderia ter sido melhor explorada mas para um domingo a tarde é um filme legal para se curtir.
Han Solo - Uma História Star Wars
Sinopse - "Em dificuldade financeira, o piloto Han Solo e sua namorada Qi'ra  buscam algum trabalho. Eles conseguem pôr as mãos em uma substância valiosa, mas perigosa, que acaba levando à perseguição do Império e à separação entre os dois. Preocupado, Han usa toda a sua esperteza para se infiltrar num plano arriscado, mas que pode render a oportunidade de voltar à terra natal e reencontrar a sua amada. Caso ele falhe, vai ter que prestar contas ao perigoso Dryden Vos. No caminho, o piloto encontra parceiros importantes, como Chewbacca e Lando Calrissian, o proprietário original da Millennium Falcon."

Eu tenho um novo xodó minha gente. Eu sempre adorei o personagem do Han e esse filme que conta um pouco da história dele e de como ele conheceu o Chewie é simplesmente sensacional, confesso que o filme é um tanto parado mas a caracterização e a produção estão impecáveis como sempre, super indico para quem é fã da franquia.
Homem-Formiga e a Vespa
Sinopse - "Após ter ajudado o Capitão América na batalha contra o Homem de Ferro na Alemanha, Scott Lang (Paul Rudd) é condenado a dois anos de prisão domiciliar, por ter quebrado o Tratado de Sokovia. Diante desta situação, ele foi obrigado a se aposentar temporariamente do posto de super-herói. Restando apenas três dias para o término deste prazo, ele tem um estranho sonho com Janet Van Dyne (Michelle Pfeiffer), que desapareceu 30 anos atrás ao entrar no mundo quântico em um ato de heroísmo. Ao procurar o dr. Hank Pym (Michael Douglas) e sua filha Hope (Evangeline Lilly) em busca de explicações, Scott é rapidamente cooptado pela dupla para que possa ajudá-los em sua nova missão: construir um túnel quântico, com o objetivo de resgatar Janet de seu limbo."

O que dizer desse filme, gente o personagem do Scott é um dos que mais gosto nesse universo Marvel/DC levando em conta que não sou muito fã de heróis, mas em fim gostei bastante e deu para dar boas risadas, achei o filme bem estruturado e a história ficou bem balanceada não foi aquela monotonia de sempre sabe, o final achei super digno também.

Eu sei que são poucos filmes mas como disse eu mudei um pouco minha rotina mas é que andava meio saturada dessas produções americanas tanto relacionado a filmes quanto a series. Mas prometo voltar com minha rotina, ou ao menos tentar e ai já assistiram algum desses filmes se sim não esqueçam de me contar o que acharam e claro estou aceitando indicações.

Estou Fazendo a Coisa Certa?

27/09/2018
Parece besteira para quem olha de fora e me vê apenas sorridente e convicta do que quero, mal sabe eles, ou melhor vocês, que aqui dentro uma enorme tempestade de duvidas e medo só aumenta a cada dia que se passa dessa minha pequena existência. Eu poderia fazer-lhes uma lista enorme de tudo aquilo que um dia comecei e simplesmente desisti, por que? Por medo, falta de vontade, criticas destrutivas e as vezes por não saber o que fazer, eu sei que vão dizer que “todo mundo passa por isso uma vez na vida” e estão certos uma vez e não a vida inteira o que é o meu caso.

Amo muito de coração o mundo da arte e quando digo arte quero dizer musicas, escrita, lettering, desenhos, pintura, fotografia, teatro, cinema tudo que tem um pé nesse mundinho me encanta de verdade e olha que já tentei esportes e não funcionou – mas isso não vem ao caso – quando mais nova fazia teatro e banda e ate hoje não entendo de maneira alguma porque simplesmente abandonei tudo antes de me formar no fundamental tenho lá minhas teorias mas elas são bem descabíeis, alguns anos depois surgiu a escrita uma forma de colocar para fora tudo que transbordava aqui dentro era como tirar um pouco de água de um tonel que esta derramando e só gastando água, qual o problema aqui? Sentimentos demais é o que já disseram “seus textos não precisam ser tão pessoais”, “não se exponha tanto” no fim acabei por ficar um bom tempo parada em relação a escrita voltava temporadas ou outras e hoje? Bem duvido muito que um dia volte a ser aquela “escritora” que um dia fui, acabei por me bloquear.

Um belo dia me surgiu a fotografia, uma forma linda de captar momentos importantes e diferentes que surgiam ao longo da minha vida – tenho lá alguns outonos na bagagem – mas sinceramente acabei por desistir disso também e por fim mas não menos importante resolvi partir para o lado do lettering e dos desenhos para ser bem sincera ate que investi bastante tempo e estudo nisso mas acabei por desanimar a vontade do continuar de progredir simplesmente de esvaiu de mim, por que? Bem para ser bem sincera ainda não cheguei a um motivo definitivo a vida vem dando tantas voltas que não sei mais o que esperar. No fim cheguei a conclusão de que não estou fazendo a coisa certa ou que não esteja fazendo da forma certa mas sinceramente a minha única vontade agora é deixar tudo rolar e ver o que acontece no final.

[K-drama]: My ID is Gangnam Beauty

25/09/2018
Sinopse - "Até que ponto a aparência e os bons recursos visuais levam você à sociedade? “My ID is Gangnam Beauty” explora essa intrincada e complexa questão através do uso de cirurgias plásticas e visualiza as mudanças que vêm com a faca. A história começa com Kang Mi-rae (Lim Soo Hyang) se despedindo do que ela achava que era a razão de todos os seus sofrimentos - seu rosto feio. Ela faz uma cirurgia plástica. No entanto, na universidade, ela está sendo provocada como o " monstro da cirurgia plástica de Gangnam ". O drama segue sua história de recuperar a auto-estima quando ela conhece Do Kyung-seok. Como Kyung-seok ajuda Kang Mi Rae a ganhar confiança, ela aprende o que realmente é a verdadeira beleza."


Titulo: My ID is Gangnam Beauty
Data de lançamento: 27 de julho de 2018
Episódios - 16
Direção: Choi Sung-bum
Baseado em: My ID is Gangnam Beauty; by Gi Maeng-gi
Escrito por: Choi Soo-young
Gêneros: K-drama
❤❤❤❤❤





Senta ai porque é uma história engraçada e longa. Tenho ouvido muito na faculdade que devemos ler, ouvir e assistir gêneros e estilos completamente diferentes da nossa zona de conforto, alem do fato de que temos que assistir cada vez mais propaganda. Acontece que falar é mais fácil do que que fazer na maioria das vezes. Na semana passada estava eu navegando pelo youtube da vida buscando uma musica quando me deparo com uma propaganda de um drama coreano, o trailer e a premissa me chamaram muito a atenção, mas eu não dei bola e continuei procurando a musica - haha - como um fantasma que persegue alguém todo vídeo que eu entrava tinha a propaganda desse negocio, até que eu parei e pensei "porque não" eu não tinha muito o que fazer e não ia perder nada assistindo pelo menos o primeiro episodio para ver como era. Foi minha perdição.
Eu sempre tive péssimas experiencias com produções asiáticas no âmbito cinematográfico então já fui assistir ao drama com aquele pré conceito de que seria algo ruim e mal feito - paguei pela língua, mas vida que segue - logo no começo eu percebi que a história era completamente diferente do que eu imaginava e que aquela história seria bem diferente do que eu imaginava. Ali me deparei com Kang Mi-rae, uma jovem que sempre sofreu muito bullying na escola, as vezes até ataque físico por ser feia, gente como as pessoas são malvadas. Cansada de viver naquele situação ela resolve fazer cirurgia plastica quando é aceita para fazer química na Universidade Coreana, ela acreditava que assim sua vida seria diferente e que ela não sofreria mais com as ofensas de ninguém, ela estava errada e eu não esperava tanto, prometo não dar spoilers pois sem que tem muita gente que gosta então vamos á apenas algumas considerações.

(1) todo o drama vivido pelo personagem e como ela era tratada me fez pensar se as coisas são realmente assim por lá, a beleza é levada muito em consideração na trama como se para você ter sucesso você precisa ser bonito, até mesmo na hora de arrumar um emprego. (2) eu fiquei muito chocada com a atitude dos veteranos na universidade - gente de verdade - era os meninos só sabiam criticar as meninas pela aparência e tratavam os calouros como animais algumas vezes. (3) foi um choque de cultura para mim, quem me conhece sabe o quão apaixonada por séries e cinema eu sou mas a verdade é que eu andava saturada daquela mesmice americana e sai em busca de coisas novas foi então que conheci as produções europeias e me apaixonei, agora me deparei com as produções coreanas, no começo eu achei um pouco difícil de acompanhar a história as vezes um palavra significava uma expressão inteira e o desenrolar da história me parecia estranho, claro não era nada daquela coisa americana e senti que isso estava me prendendo na zona de conforto.
(4) é extremamente longo, eu sei o que vocês vão dizer "mas Lu são só 16 episódios", sim claro de quase duas horas cada - DUAS HORAS VÊ SE PODE? - tinha momentos que eu me sentia saturada, os capítulos são muito longos e isso cansa um pouco não dá para maratonar, uma coisa que eu veria em uma pegada só eu levei quatro dias isso ficando até as quatro da manhã. (5) assuntos pertinentes, como eu disse o drama trata muito sobre o bullying, o suicídio e toda a pressão familiar então achei isso sensacional. (6) conhecer novas culturas, como eu disse não é uma super produção e tudo mais, não tem todo aquele efeito e nem aquelas cenas de pegação a qual estamos acostumados mas eu achei uma graça gente é tudo muito suave e fofo e me arrependo de não ter entrado nesse universo antes.

Esse foi o primeiro que assisti mas gostei do gênero e quero me aprofundar mais, conhecer um pouco mais, me digam ai se vocês já estão nesse universo do dorama e do K-drama e claro estou aceitando indicações viu?! 

É Só a Chuva Lá Fora.

17/09/2018
"Eram quatro da manhã e ela já havia chegado, a quanto tempo estava ali eu não sabia exatamente, mas pela sua intensidade não fazia muito tempo, como posso saber? Simples ela vem de mansinho, quando você menos espera, começa que você nem nota, fina, macia e silenciosa mas ela gosta de atenção e quando percebe que não foi natada ela se torna forte, intensa, as vezes até violenta, assustador eu sei. 

Sua intensidade não durou muito, meia hora depois ela estava calma, e acolhia quem ainda dormia, estranho eu sei ainda há quem não a note, eu também não notaria, se quer saber, a não ser pelo fato de ela cair bem em cima da minha cama, as quatro da manha, isso era novidade eu confesso, nem sabia que ela tinha por onde entrar, se eu levantei para resolver? Só dei uma ajeitadinha por alto e voltei ao meu sono. 

Logo eram seis da manhã e ela ainda estava lá fora, agora mais calma, mais na dela, porem ainda estava lá, não tinha jeito eu teria de confronta-la, iria ser difícil eu confesso, mas o caminho era curto e um pequeno desafio logo cedo não me faria mal. As seis e cinquenta eu sai rumo ao meu destino com ela ali insistindo em me impedir, mas eu fui forte e resisti, então ela se foi, para onde eu não sei, mas que ela vai voltar ela vai, pode acreditar. Quem era ela? Era só a chuva lá fora."