Para o Garoto Que Amo

by - sexta-feira, junho 12, 2015


Faz muito tempo desde a ultima vez que tivemos, tudo aconteceu tão rápido que estas poucas linhas serão incapazes de transmitir tudo o que estou sentindo. Sei que talvez seja em vão escrever-te, talvez nem receba esta carta, não sei como anda as coisas por ai mas o noticiário não diz coisas boas. Nossa casa de chocolate no fim da rua esta quase pronta, o jardim esta belo e já colocaram a cerca branca, essa era boa noticia, a má noticia é que provavelmente terei de vende-la, papai ficou adoeceu e precisa ir para a capital fazer um tratamento, isso segundo o Dr. Fells, você conhece a mamãe, ficou desesperada, por isso venderei a casa, depois podemos comprar outra.

Elizabeth se casou, acredite se quiser, teve bebe recentemente, gêmeos para ser mais precisa, eu sei que parece muito rápido, mas já faz quase um ano desde tudo. Sua família se mudou para o norte, não entendi bem o porque mas parece que tem a ver com o tio Bill, sempre o tio Bill, me lembro daquela vez que vocês tiveram que sair correndo porque ele ligou dizendo que estava morrendo e era apenas uma desilusão. Estive muito doente esses dias devido a tudo, mas estou melhorando, o medico disse a mamãe que eu morreria, bobagem se quer saber minha opinião, mas ela sempre acredita em tudo. passou dias chorando.


Devo ser sincera com você e dizer que não queria estar lhe escrevendo esta carta, mas mamãe disse que me faria bem. Como eu gostaria que ao menos a recebesse, uma resposta era o que me faria bem nesse momento. Sinto sua falta, todos os dias quando passo em frente aos lugares que costuma-vos ir, a saudade aumenta, mas eu sei o que você diria, "tenha calma, tudo tem um proposito", para falar a verdade é o que me mantem em pé, a esperança de que um dia irei lhe ver novamente, eu sei que parece loucura, mas é o que sinto.

Vou terminando por aqui, mas eu volto, mamãe me fara lhe escrever novamente, então acho melhor guardar um pouco de novidades para a próxima carta. Espero lhe ver em breve, saudades eternas meu doce amor. De sua amada.

De: Srª Saudade
Para: Sr. Da Guerra


"Tema da blogagem coletiva do grupo Irmandade das Blogueiras, onde a intenção era escrever algo para o garoto que se ama, não que o meu esteja, mas resolvi fazer algo diferente e sem finais tristes."

6 comentários

  1. Que carta mais fofa, gostei da maneira que você trabalhou o tema e fez algo cheio de sentimento onde não dá para fazer o que é real ou ficção.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah fico muito feliz que tenha gostado flor, interessante isso de não saber o que é real ou fictício, não tinha pensado dessa forma.

      Excluir
  2. Muito bem escrita a sua carta, bem envolvente. Blog diferenciado. Bjus

    Espero sua visita no meu http://meusdoisminutos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah fico muito feliz que tenha gostado flor. Beijos

      Excluir
  3. Me arrepiei quando li o fim do texto:
    "De senhora saudade para senhor da guerra"
    Fico imaginando quantas histórias de amor são destruídas em países em guerra
    https://m.facebook.com/Reflexoesdaminhamentedoida?ref=bookmark

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta ai uma boa pergunta, quantos sonhos não são perdidos, quantos amores, deve ser muito triste, fico muito feliz que tenha gostado flor!

      Excluir

@tiposdalu