[Estante]:Não Se Apega, Não

by - quinta-feira, julho 02, 2015


Vinte horas de viagem do meu futuro ao meu passado (não, isso não é uma metáfora é o tempo de viagem de Campo Grande - MS que sera minha nova moradia a Sapezal - MT minha antiga moradia, isso mesmo eu vou mudar, mas esse não é o assunto do post de hoje), bem era para ser vinte horas se o ônibus não tivesse se atrasado, o que fazemos nessa hora? Isso mesmo, ler é o melhor passa tempo, então levanto-me da minha cadeira e entro na livraria do terminal e me deparo com inúmeras, inúmeras opções de livros, mas depois de analisar bem decido por Não se apega, não da Isabela Freitas e devo confessar, que leitura M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A não me arrependo nem um segundo de ter lido esse livro, posso dizer com todas as letras que ele abriu meus olhos para vida, então por isso ele merece um espacinho aqui no Floreios, vou tentar fazer uma resenha pois como vocês sabem não sou muito boa com isso, mas vou tentar, vamos la.

Primeiro, acho engraçado e ate irônico como o ser humano é extremamente parecido e não percebe, não pelo fato de viver igual e tudo mais, mas pela essência idêntica de algumas situações, você pode até dizer que livro de auto-ajuda serve para isso, para fazer com que todos se identifiquem com a historia, que é tudo marketing, mas devo lhe dizer com todas as letras que você esta completamente errado, meu anjo se você leu um livro e lembrou de historias que você viveu, de algo que te aconteceu a certa altura da sua vida isso implica que no fim todos temos a mesma essência e mesmo que seja de uma forma diferente, sendo mais pesado para um do que para outro, sempre passamos pelas mesmas provações. Interessante não é mesmo? Pois bem, vamos fazer uma analise.


Eu costumo dizer que "falar é fácil, desapegar que é difícil" o que convenhamos é la uma grande verdade, todos temos nossos momento de super conselheiros de ensinar o amigo ou a amiga a desapegar daquilo que sabe só lhe fazer mal, mas quando isso se aplica a nossa vida, bem ai é outra historia é ai que entra este livro. O livro contem varias historias aleatórias, cada um com uma frase de efeito que lhe dão um tapa com luva de película na face, as vezes sem luva mesmo, temos uma personagem central, que no caso seria a própria Isabela, que como vocês devem saber também é uma blogueira de mão cheia, as "histórias" retratam acontecimentos da trajetória do amadurecimento dela em relação ao desapego (eu coloquei historia entre aspas, porque a própria autora assumiu que o que ela relata no livro é mera ficção, o que é uma pena pois eu queria muito conhecer um Pedro nessa vida - olha o sonho de  contos de fadas).


Ela nos ensina de forma simples e com uma experiencia vivida por seu personagem a desapegar, eu me identifiquei muito com a personagem, não pelo fato de ter passado pelas mesmas situações, porque não passei (meu caso foi meio diferente, por assim dizer), mas pelo fato de ser parecidas em personalidade. Todos que me conhecem mais afundo sabe bem que sou uma romântica incurável e que por incrível que parece ainda acredito em príncipe encantado, amor e verdadeiro e o bendito "para sempre" o que é irônico, pois sei que no fundo isso é relativo e não funciona tão simples assim. O livro veio em um momento da minha vida em que estou passando por uma grande mudança, não so de cidade como eu disse, mas de vida também, por incrível que pareca acabei de sair de um relacionamento que eu acreditava que iria durar para sempre de uma forma bem devastadora (que ele não leia isso).

O livro traz a historia de uma Isabela que acaba de sair de um relacionamento de dois anos, é um choque para todo mundo, já que eles os acham "um casal perfeito" casal perfeito? Perfeito? Para quem? Isso me deixou pensando que quem vê face não você coração e tenham em mente a partir de hoje que "sorriso no rosto não significa felicidade, que ter um namorado não significa não estar sozinha" porque na maioria das vezes é assim que nos sentimos e não me diga que não, pois você sabe que lá no fundo é assim que funciona. Entre amores platônicos, ex-namorados, baladas sertanejas, pseudo-amiga-de-balada e amizades frágeis e falsas ela nos mostra com toda a simplicidade do mundo nossos pequenos erros, pera lá Lu pequenos? Pequenos sim, mas cruciais, pequenos detalhes que podem mudar a sua vida por completo de uma forma que você nunca imaginou. Não sou boa com resenhas vocês já devem ter percebido, mas é que acho chato dar spoiler de algo que é maravilhoso se descobrir sozinha, então depois dessa analise só vou por uns pontos do que eu aprendi com Não se apega, não.


(1) se o amor que você sente está lhe causando mais mal do que bem, esta na hora de repensar seus conceitos e reanalisar as decisões (2) toda dor é temporária, nada durra para sempre, acredite (3) deixar o passado no passado é o primeiro e o mais importante passo da arte de desapegar (4) desapego não tem nada a ver com indiferença, com ser frio, não seja 8 ou 80, viu? (4) mantenha por perto quem se importa com você, quem sabe como você esta só de olhar, não precisam de palavras, exclua da sua vida o que lhe faz mal, senão você nunca será feliz (5) o amor verdadeiro existe e ele vive dentro de você (6) antes de amar alguém, ame a si mesma, amor próprio é crucial se você não quer se decepcionar demais (7) as pessoas vão te decepcionar, sempre, por mais que você não queira acreditar que "aquela" pessoa fez aquilo, ela vai fazer, esteja ciente disso (8) seja autoconfiante, se confiar em si mesma, todos vão, tenha convicção na hora de dizer um não (9) saiba, ou melhor, aceite o fim, aprenda a perceber que as vezes esse é o melhor e por mais que você ame uma pessoa, deixa-la ir é o melhor para ambos e (10) ame incondicionalmente, nunca deixe de acreditar no amor, como a Isabela diz "o amor vem para os distraídos" se você estiver fechado ele não vai chegar.


Não foi bem uma resenha devo confessar, foi mais uma analise da obra, mas acredito que consegui passar a mensagem que eu queria, o desapegar começa em você, e nessa leitura você percebe isso, inúmeras vezes durante a leitura eu parava e analisava o que acabara de ler, tentando associar para no fim entender tudo, entender que pessoas precisam ir para que outras tomem seu lugar, você só terá um Pedro na vida, ninguém é igual a ninguém e por mais cruel que pareca precisamos sofrer para aprender, para crescer, uma vez me disseram que "só aprendemos de duas formas no amor ou na dor, você escolhe em qual será" e adivinha só aprendemos nos dois, aprendemos a amar as pessoas e a dor nos ensina a crescer e continuar a amar, por que o amor é isso estar sujeito a erros e acertos, não leve tudo tão a serio e ao pé da letra, "leve a vida com o vento, viva leveza", coração leve ama melhor.



16 comentários

  1. Um dos melhores livros que já li, é muito amor envolvido, e apesar dos tapas na cara, ensina muita coisa ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pura verdade Kel, eu fiquei impressionada com o livro e confesso que não espera tudo isso, acho que todos devemos ler algo assim ao menos uma vez na vida, nos faz bem e assim de tudo nos faz repensar em nossos atos ♥

      Excluir
  2. Um dos melhores livros que já li,simplesmente perfeito <3
    Isabela arrasa nos conselhos <3
    Adorei o post :)

    bjs

    http://nescacristina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um livro simplesmente maravilhoso mesmo, como você disse a Isabela arrasa, amei o livro e estou louca para ler o próximo, fica feliz que tenha gostado flor e seja sempre bem vinda!!

      Excluir
  3. Onde eu encontro esse livro ? fiquei curiosa pra ler
    http://eesmaltecia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em qualquer livraria minha flor, ou você pode procurar na internet que também acha, é simplesmente maravilhoso eu super recomendo.

      Excluir
  4. Eu estou a cada vez me apaixonando mais por este livro, eu baixei ele em pdf para ler no meu tablet e vou lendo aos poucos, porque se deixar, acabo com ele em um dia..

    Amei teu post e blog <3
    Parabéns Lu, continue assim.

    https://grossaeamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li ele em menos de um dia, mas estava em viagem então não tinha muito o que fazer a não ser ler, bem é uma leitura gostosa e cativante, olha que não sou lá muito fã desse tipo de leitura, mas digo com toda certeza que essa valeu super apena. Obrigada minha flor, fico muito feliz que tenha gostado beijos!!

      Excluir
  5. Lu, que analise (ou resenha) do livro cativante e deixa aquele gostinho de "quero mais". Vou mesmo tentar encontrar á venda aqui em Portugal. Quero por demais ler.

    Beijo e muito sucesso. Ótimo post. Ótimo cantinho o seu.
    www.dicavari.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas gente como assim você mora em Portugal? Ai que tudo, deve ser uma delicia por ai, procura minha flor esse livro é divino e vale a pena todo tempo dedicado a ele. Obriga e sucesso para você também, um super beijo!!

      Excluir
  6. Que fofooooooo
    Não conhecia ainda, mas fiquei super curiosa!
    XOXO, Vic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure para ler flor, tenho certeza de que irá adorar assim como eu, fico feliz que tenha gostado, um beijo!!

      Excluir
  7. Já ouvi falar faz um tempo sobre esse livro! Agora só aumentou a vontade de ler!! ^^
    Beijinhos!
    https://viciomatiz.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fique só na curiosidade, leia flor tenho certeza de que você vai adorar, um super beijo!!

      Excluir
  8. Não é de hoje que quero ler esse livro, seu post ficou bem interessante!
    É tão bom quando lemos um livro que nos faz mudar alguns conceitos, abrir mais a mente, pensar diferente.
    bjos

    www.faseseestacoes.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso é verdade, a melhor parte é rever os conceitos e aceitar os seus erros, só assim conseguimos mudar e ser alguém melhor, fico feliz que tenha gostado flor.

      Excluir

@tiposdalu