{Coluna}: Epifania da Manhã

by - sexta-feira, julho 01, 2016

Ontem, não vou especificar o dia, mas saiba que foi ontem, eu fiquei triste, bom, sei que ficou um tanto vago a frase, mas vou explicar tudo nesse texto, mas antes quero lembrar que em nenhum momento eu tenho a intenção de passar exatamente uma mensagem, ou fazer você ter uma epifania com relação a sua vida, fique tranquilo. Epifania, de acordo com o dicionário, significa uma súbita sensação de entendimento ou compreensão da essência de algo, ou seja, é quando “cai a ficha”.

Durante a vida temos algumas epifanias, no geral esses momentos de entendimento nos leva a desprender de algo que nos tem feito mal ou simplesmente conseguimos um feto incrível que é: evoluir (gosto de falar da evolução humana). Desprender de algo não necessariamente significa evolui, isso porquê quando nos desprendemos de algo por vezes nos damos conta que na verdade nunca estivemos presos, e sim a sensação de estar preso, entretanto a epifania de evolução (como vou chama-la daqui pra frente) muita das vezes vem junto com uma peça rara dessa vida que batizamos de: liberdade.

Vamos a história: Uma explicação rápida e talvez muito necessária antes, tenho 22 anos e moro longe dos meus pais a cerca de 1 ano e meio. Ontem, estava vendo fotos antigas de família, fotos onde via uma estrema felicidade e registros de momentos felizes, onde suma maioria das vezes estávamos todos sorrindo, notei ainda que em todas as fotos de família existia algo em comum, o poder de me fazer triste, mesmo que por segundos e logo vinha uma lembrança feliz novamente, porém, não foi o que houve no dia de ontem.

Uma profunda tristeza se fez presente num pedaço de mim que até então eu não lembrava que existia, e foi ai que o choro começou, um choro discreto, uma ou duas lagrimas no máximo, porem uma dor imensa no peito, por estar longe de pessoas importantes. Seja por qualquer motivo, amar alguém e estar longe é um castigo que não desejo a absolutamente ninguém. Num leve surto de fé, talvez, dobrei meus joelhos e orei para que Deus tirasse essa dor de mim. Sendo um tanto breve, a dor se fez notar, e se fez mais forte do que consegui suportar. Porém por ser madrugada o sono chegou com uma força descomunal, e dormi com a dor e o choro. Ao acordar pela manhã novamente eu liguei e desbloqueei o celular, e estava em uma das fotos de família que tanto vi na noite passada, e o pedaço de mim que havia se ascendido, novamente queria se fazer presente mesmo sendo 8:30 da manhã, um péssimo horário para chorar aliás.

Foi quando a epifania da manhã me atingiu, me fazendo perceber o quão eu deveria estar grato pela vida e não me lamentando por estar longe ou algo assim, saudade saudável sim, mas existem limites do consciente humano que nós devemos respeitar, um deles é família distante. Me vi pensando na faculdade, no trabalho, nas pessoas que estão a minha volta, no meu namorado, em parentes que estão por perto (mesmo que sejam poucos), pensei e senti o tanto que Deus tem feito de tudo para me ver feliz, mesmo distante dessas pessoas importantes. 

E revendo todos os meus conceitos, as 8:30 da manhã, eu cheguei à conclusão de que devo evoluir, repensar, planejar, e novamente evoluir como ser humano, sentir saudade, mas controlar, afinal sou sortudo, e Deus ainda está comigo, cuidando de mim, em muitas formas, seja namorado, seja parente, seja amigo. Portanto sou grato a Ele, e a epifania da manhã.


Ed Gomes

4 comentários

  1. Nossa me emocionei com o seu texto, as vezes me sinto assim também, mas tudo o que eu faço é pela minha família e por mim também, quando sinto saudades lembro que estou fazendo o melhor por eles, me apego na oração e Deus alivia a tensão no meu coração.
    http://souadultaagora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade se apegar a Deus e pedir sabedoria é o melhor que temos a fazer, ficamos felizes que tenha gostado moça e um super beijo.

      Excluir
  2. Nossa que texto lindo.
    www.paularopkevigano.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado moça, um beijo!!

      Excluir

@tiposdalu