Retrospectiva 2016

by - quinta-feira, dezembro 29, 2016

Ano novo, metas novas, vida igual. Ano novo, projetos novos, ideias novas, rotina exatamente igual, isso foi no que se transformou meu 2016. Não posso julgá-lo num todo teve lá sim seus pontos bons e extremamente positivos mas é como ouvi muito no decorrer desse ano “os pontos negativos são os que nos marcam” não os jogue diretamente para o lado negro da força como fiz de inicio façamos assim desenhe três colunas “a dos pontos positivos”, “a dos pontos negativos” e entre elas uma de “experiência adquirida” liste todos eles e veja qual coluna contem o maior numero bem não sei vocês mas a minha foi com toda certeza a de experiência adquirida. Adquirida nas quedas, nas glorias, nos choros e nos sorrisos e olha que esse 2016 foi pra lá de turbulento.

Um ano cheio de perdas talvez não de pessoas próximas a nós, mas de pessoas de bem que deixaram para trás familiares e uma grande saudade e para nós a saudade do talento que ficara apenas em nossas memórias, tragédias que nos tornaram mais humanos, mais solidários a certo ponto do ano o que me preocupa apenas é quanto tempo durou ou irá durar essa reflexão pois não perdemos o costume de deixar para pensar na vida e em tudo que temos nos momentos de aflição e perda, parece que na gloria não precisamos agradecer, não temos que agradecer enquanto na verdade agradecer deveria ser uma obrigação diária.

Retrospectiva 2016 é clichê, eu sei. Todo mundo faz, até a globo faz, mas mesmo clichê deve ser feita, deve ser pontuada, colocar na ponta da caneta tudo de mais importante que nos ocorreu seja elas boas ou ruins, afinal foram essas experiências que nos transformaram no que somos hoje, alguns pessoas melhores, outros nem tanto e tanto outros incluindo eu TENTANDO. Tentando ser alguém melhor, uma filha melhor, uma irmão melhor, uma amiga melhor, uma funcionária melhor, uma amiga melhor...melhor é sempre o que buscamos, MELHORAR, sem perceber as vezes que o que acreditamos não ser o nosso melhor é o suficiente para fazer o bem a alguém. 

Retrospectiva 2016, o ano em que entrei na faculdade e me deparei com um universo completamente diferente, o ano em que subi de cargo no emprego e me deparei com responsabilidades difíceis de serem carregadas, mas eu não desisto, o ano de descobrir mais uma vez que as pessoas podem ser e são cruéis e que se reerguer tornou-se uma obrigação. Retrospectiva 2016...o ano que me dediquei mais ao lettering, aos desenhos, as ilustrações, as artes gráficas e percebi o tempo e o trabalho que toma cada novo estudo e projeto, ah os projetos entrei em tantos, me dediquei a tantos e conclui tão poucos não que eu me arrependa só que acreditei demais estar bem preparada para algo que me pedia um pouco mais de calma.

Calma! Essa agora é minha amiga, irmã, parceira estou praticando “ser leve e relevar” afinal a pressa é inimiga da perfeição. Eu poderia deixar aqui para vocês meu leitores fieis apenas votos de boas festas e todos aqueles clichês de fim, e vou é claro, mas antes é preciso agradecer. Agradecer a paciência de todos durante minha longa ausência, agradecer por estarem sempre aqui, por dedicarem um pouquinho de seu tempo pra ler minhas singelas palavras. Preciso e devo agradecer ao Edy Gomes por ter entrado para a equipe e ter dividido conosco suas palavras profundas de sentimentos. Obrigada de coração a vocês, aos amigos, a família por me apoiarem em cada nova loucura, em cada novo projeto, em tudo que me aconteceu nesse 2016 e para finalizar não poderia faltar meus singelos “próspero ano novo”, “um 2017 maravilhoso, repleto de muita luza, paz, saúde e claro amor” 2017 promete e muito espero apenas conseguir cumprir.

0 comentários

@tiposdalu