Para á Aniversariante

by - segunda-feira, maio 15, 2017

Mais um outono que chega e aqui estamos nós novamente, seguindo firmes sempre em frente. Não é apenas mais um aniversário, é o início de um novo ciclo, de me tornar uma pessoa melhor do que fui ontem e do que possivelmente serei amanhã. Mais uma chance de recomeçar? Com toda certeza, mas acima de tudo mais uma chance de me conhecer, de analisar como evoluí ao longo dos anos, como estão meus gostos, meus conceitos, meus planos, meus sonhos.

Esse não é apenas mais um simples texto destes que escrevo desenfreadamente ao longo dos dias para pessoas que eu talvez nunca vá conhecer, esse é para mim, logo eu que escrevo tanto para outros ao menos uma vez no ano dedico meus texto a mim, não só á Luciana de hoje, mas para a Luciana de ontem e para a Luciana de amanhã, a trinca de mulheres diferentes que habitam um mesmo corpo. Estranho? Talvez, mas se não fosse não seria eu isso é um fato.

A mim desejo o melhor é digo claramente que entre tropeços e erros eu cresci, eu aprendi e compreendi muita coisa das quais tenho orgulho de chamar de experiência, uma palavra tão forte de um peso tão grande que transforma quem somos e no decorrer desses dias entre 15/05/2016 e 15/05/2017 eu me tornei uma pessoa diferente profissionalmente, emocionalmente, academicamente e pessoalmente, eu mudei, ou melhor nós mudamos.

E foi pra melhor, esses dias me disseram que exalo poesia, que tudo que digo, cito ou escrevo é poético e acredito nisso, me entreguei tanto as palhas que a cada tecla digitada sinto que uma parte de mim fica nela, em cada texto, em cada frase, em cada verso, me fiz poesia sem medo, demorei mas me entreguei, percebi que não posso esperar a vida inteira para viver ou me entregar que preciso apenas erguer a cabeça, encher o peito de ar e seguir, essa sou eu. Não sei como estarei em 15/05/2018 me resta apenas sonhar e espero poder conquistar mais um pouco ao lado de todos que amo, conquistar mais um pouco por mim, pois é por isso que luto agora, por mim, sem medo é com fé.

0 comentários

@VENTOSDMAIO