Bom Dia Verônica, Andrea Killmore

12/02/2018
Sinopse - "Em "Bom dia, Verônica", acompanhamos a secretária da polícia Verônica Torres, que, na mesma semana, presencia de forma chocante o suicídio de uma jovem e recebe uma ligação anônima de uma mulher desesperada clamando por sua vida. Com sua habilidade e sua determinação, ela vê a oportunidade que sempre quis para mostrar sua competência investigativa e decide mergulhar sozinha nos dois casos. No entanto, essas investigações teoricamente simples se tornam verdadeiros redemoinhos e colocam Verônica diante do lado mais sombrio do homem, em que um mundo perverso e irreal precisa ser confrontado. Andrea Killmore compõe thrillers como os grandes mestres, e sua experiência de vida confere uma autenticidade que poucas vezes encontramos em suspenses policiais, vibrante e cruel — como a realidade."



Titulo - Bom Dia Verônica
Autor - Andrea Killmore
Editora - DarkSide Books
Paginas - 256
ISBN - 9788594540171
Tema DLL - livro que você comprou pela capa
❤❤❤❤❤



Bom dia, Verônica, é um Thriller policial que vem para mexer com a sua imaginação! Repleto de relatos fortes como sadomasoquismo, sequestros, rituais indígenas, violência contra a mulher e golpes na internet. O enredo trata também sobre o amor cego e a devoção a esse amor sem escrúpulos, além de te deixar com a pulga atrás da orelha: será que esses casos relatados no livro realmente são histórias da imaginação da autora Andrea Killmore ou são casos no qual ela trabalhou enquanto fazia parte da polícia?

Com uma frase marcante já na primeira página “Era o primeiro dia do fim da minha vida”, e que só vai ser melhor explicada ao final do livro, Bom dia, Verônica apresenta uma protagonista nada perfeita que, na ânsia de justiça, usou de todos os meios para descobrir o que levou duas mulheres a irem à sua delegacia. A primeira, de tão desesperada, pulou do 11º andar enquanto Verônica pegava um copo de água para ela, e a segunda viu a chance de se vingar do marido através de um telefonema anônimo, o que desperta na secretária de polícia a curiosidade e a chance de mostrar a todos o que ela sabe sobre uma investigação. Sem perceber, Verônica vai desvendando uma série de crimes chocantes e que em muitas vezes fizeram meu coração disparar! Através da visão dela, vamos andando por essa teia de crimes muito bem guardados, onde ninguém é realmente o que parece ser, e a linha tênue entre o certo e o errado há muito tempo deixou de importar.
Instigada a desvendar os dois casos, Verônica decide mostrar seu potencial ao iniciar as investigações dos os dois casos de forma sigilosa. Se envolvendo por completo, ela descobre que a cada pista, ela está se arriscando cada vez mais, pois isso pode ser sua morte. Com isso o livro segue em um ritmo totalmente dinâmico, onde os capítulos são intercalados, pela narrativa da protagonista e pela mulher que ligou pedindo socorro. Me surpreendi com tudo que é apresentado, pois com nuanças de mistérios, a autora escreve sobre o lado sombrio das pessoas a nossa volta e isso torna a leitura incrível. O livro possui um final surpreendente, que me fez mudar de ideia a cada página lida, um clímax vai surgindo e você só percebe que está lendo um livro quando a história acaba me deixando completamente arrasada. 

Andrea Killmore nos apresenta uma protagonista inexperiente, que poderia ter tomado decisões melhores se soubesse quando pedir ajuda. Verônica não é uma personagem ruim. Pelo contrário. Apenas tentou lidar com dois casos que eram complicados demais para ela fazer tudo sozinha, ainda mais levando em conta que ela não fazia isso com frequência. Por outro lado, temos uma história densa, muito bem escrita, e que nos conquista a cada página virada. A cada capítulo, desejamos saber quem é o homem que entrou na vida daquela mulher que se jogou da janela do DHPP e, assim como Verônica, não sossegamos enquanto não descobrimos o que se passa na mente daquele sujeito. A cada capítulo, parte do mistério é resolvido. Infelizmente, descobrimos que não há limites para a crueldade e psicopatia humana. Dói ainda mais saber que, infelizmente, esses casos não são apenas ficção, e que casos assim acontecem aos montes, dia após dia. Andrea Killmore (pseudônimo) usou toda sua experiência no ramo policial para nos entregar uma história real e coerente, fazendo-nos entender que sim, seres humanos podem ser verdadeiros monstros.

O terceiro ato pode ser inesperado, mas não é frustante. Verônica amadureceu com seus erros, demonstrando que pode vir a ser uma excelente detetive no futuro. E ah, aquela última frase, que nos deixa com um gigantesco gosto de quero mais. DarkSide, mais uma vez, arrasou na edição. A capa é simplesmente maravilhosa, e a diagramação não deixou a desejar. Eles estão fazendo um trabalho fantástico e, levando em conta Bom Dia, Verônica, deveriam investir mais na literatura nacional.
"Quanto menos você souber sobre Andrea Killmore, menos risco vai correr. Amiga íntima do perigo, a nova autora da DarkSide® Books é uma revelação que não pode se revelar, e seu verdadeiro nome continua um mistério até para a editora. Em outra vida, ela foi alguém importante dentro da polícia. Após trabalhar infiltrada em um caso e sofrer uma grande perda pessoal, a autora se viu obrigada a assumir uma nova identidade. E com ela, uma nova vocação. Escondida nas sombras, buscou na literatura a saída para vencer a depressão e não calar sua voz. ASSIM NASCEU ANDREA KILLMORE PSEUDÔNIMO BATIZADO COM SANGUE" - DarkSide Books

6 comentários:

  1. Oi!
    Esse livro da Darkside eu ainda não conhecia, mas gostei da dica, parece ser aquele tipo de leitura bem envolvente. Espero poder ler em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Tenho muita vontade de ler esse livro pois só leio elogios ao mesmo!
    Se eu não me engano esse livro é nacional não é?!
    Adorei a resenha, e sua foto ficou linda!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Ola, eu não sabia que esse livro um suspense policial eu achava que era terror e como eu não gosto de terror sempre deixava essa dica de lado. Gostei da resenha

    ResponderExcluir
  4. Oii tudo bem??

    Tenho esse livro na estante, e sua resenha me deu aquela vontade de largar tudo que estou lendo e iniciar ele. Meu deus preciso ler logo, fiquei mega curiosa.
    Adorei mesmo a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    Esse livro esta na minha lista há um tempão kkk, desde que soube a real função da autora, e segundo me disseram que os acontecimentos são baseados em casos em que a própria trabalhou que quero muito ler. Sua resenha só me relembrou esse desejo hahahahah

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oieee. Eu devorei essa leitura, achei muito importante nos dias de hoje e bem de alerta também, ache maravilhoso e muito bem trabalhado.
    Amei suas fotos

    ResponderExcluir