Três Coisas Sobre Você, Julie Buxbaum

11/03/2018
Sinopse - "Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante."



Titulo - Trê Coisas Sobre Você
Autor - Julie Buxbaum
Editora - Arqueiro
Paginas - 288
ISBN - 9788580415483
Tema DLL - escrito por uma mulher
❤❤❤❤❤





Antes de começar a resenha preciso compartilhar três coisas sobre o livro e sua história:
(1) Você irá se identificar com algum personagem da história e odiar outros com toda força. (2) Pode ser que você descubra quem é o Alguém Ninguém antes da hora, mas isso não vai acabar com a magia da história. E mesmo assim haverá momentos que você ficara em duvidas sobre sua verdadeira identidade. (3) Entenderá que todo meio de comunicação é válido.

Após perder a mãe para o câncer, Jessie Holmes vê sua vida virar ainda mais de cabeça para baixo quando seu pai resolve se casar novamente e mudá-los para o outro lado do país, longe de tudo o que ela sempre conheceu. Cidade nova, casa nova, escola nova, vida nova. Mas será que é disso o que ela realmente precisa? Sentindo-se cada dia mais solitária, Jessie se surpreende quando recebe um e-mail um tanto duvidoso de um correspondente anônimo, que oferece à ela informações cruciais sobre como sobreviver à "selva" que pode ser o ensino médio. É então, a partir daí, que Jessie mergulha de cabeça em uma vida que nunca havia imaginado, mas que sem dúvida vai surpreendê-la!
"Uma das piores coisas com relação à morte é lembrar de todas as perguntas que a gente não fez, de todas as vezes em que, idiotamente, a gente presumiu que teria todo o tempo do mundo." (p.29)
Jessie não sabe o que pensar sobre, até porque pode ser uma armação das garotas populares que ela já sabe que não gostaram dela. Porém, como está se sentindo muito solitária e lidando com uma grande barra em casa, já que nem seu “irmão-emprestado”, Theo, se interessa por interagir com ela, a garota acaba por iniciar uma conversa com o Alguém Ninguém.

Agora, além dos problemas com o pai, o sofrimento da perda da mãe, toda a adaptação que ela está passando, acrescida do bullying que sofre no colégio, Jessie também tentará descobrir quem é essa pessoa com quem tem trocado mensagens e que, sem ela entender porque, se dispõe a ajudá-la. Será que é realmente um garoto ou ela está sendo vítima de uma brincadeira super sem graça?
O livro é simplesmente apaixonante do início ao fim e o leitor se vê envolto em todas as dúvidas da personagem principal. Jessie está passando por problemas difíceis e é complicado se por na posição dela quando não se viveu o mesmo. Ela é coerente em sua postura e tenta encarar a coisa da melhor forma possível, superando cada obstáculo, mas não de forma intocável. Em alguns momentos ela também despenca, como qualquer se humano faria na situação dela, o que nos coloca ainda mais próximo da personagem.
O nome do livro se dá porque quando o assunto entre eles fica escasso, eles começam a trocar três coisas. Todo dia cada um deles manda ao outro três coisas sobre si, indo de coisas bobas como o que comeu no café da manhã à informações mais pessoais e específicas. E, é claro que essa relação que eles criam via email vai se tornando algo maior e, no final, vamos sim descobrir quem é a pessoa que se esconde e todos os seus motivos para tal.
"O tempo não cura todas as feridas, não importa quantos cartões de pêsames rabiscados às pressas por parentes distantes jurem que isso seja verdade." (p.16)
Apesar de o livro trazer assuntos como a perda e o bullying, Três Coisas Sobre Você é em suma um livro divertido. Ficamos apreensivas com a personagem, brigamos com ela e as vezes queremos sacudi-la também. Mas ficamos emocionados, pode rolar algumas lágrimas sim e, no fim de tudo, o que torcemos para que aconteça é que a Jessie fiquei bem. Que não seja uma pegadinha, que ela encontre o seu lugar no mundo, reencontre sua felicidade e consiga seguir em frente, independente de qualquer coisa. Acho que é possível encontrar um pouco de qualquer garota em suas inseguranças e também em sua coragem e persistência em sempre levantar a cabeça.
"Os olhos azuis são penetrantes, quase violadores, como se ele não tivesse apenas olhando para mim, mas para dentro de mim." (p.31)
A edição está toda bonita, os capítulos não são muito grandes e as conversas entre Jessie e o Alguém Ninguém estão identificadas através da configuração de e-mail, o que é super bacana, porque eles ficam mudando o título também e o leitor também fica procurando pistas por todos os lados pra tentar sacar a identidade da pessoa.
"Obrigada por ser meu primeiro amigo aqui num momento em que eu não tinha nenhum. Isso realmente... fez a diferença." (p.282)
Aqui, vemos a autora tratar de temas bastante comuns nos dias de hoje, como o bullying, o luto, a depressão, a insegurança, o medo do futuro e o uso de drogas. Gostei muito de sua abordagem, apesar de ter achado que Julie Buxbaum poderia ter se estendido um pouco mais a respeito de como lidar com alguns desses temas, principalmente se tratando de um livro destinado à adolescentes e jovens adultos que podem estar passando por situações "semelhantes". Quando se escolhe falar de temáticas como essas, acho válido que o autor possa se estender um pouco mais sobre o tópico, prezando sempre a integridade da história, claro, mas mesmo assim passando uma mensagem positiva ao leitor. 
Senti um pouco de falta de mais disso aqui, acho que principalmente no que diz respeito ao uso de drogas e ao bullying. Acredito que o final também ficou um pouco vago, não que não tenha sido perfeito só que eu esperava um pouco mais de historia ali. No geral o livro é maravilho e super indico a todos, uma leitura leve, divertida com uma dose de bom senso sobre como lidar com situações complicadas que surgem em nossas vidas ou na vida de quem esta ao lado.

2 comentários:

  1. Olá!
    Estou bem curiosa para ler esse livro. Adorei sua resenha e, apesar das ressalvas, vou deixar a dica anotada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oiii!
    Sempre tive curiosidade sobre a obra, mas ainda não tive a oportunidade de ler!
    Amei a sua resenha, me deu aquela motivação que faltava para que eu tome vergonha na cara e leia haha.
    Um beijo.

    ResponderExcluir