De Volta Para Casa

08/08/2018
Planeta Dakva, QN 68, 20 anos luz de Na-I

- NEYE?! – gritei enquanto tentava me esquivar dos ataques incessantes dos capangas do rei Zollas III, os Zods.

- Sim Major? – Neye era minha parceira nas missões, a primeira de sua linhagem, uma nave projetada com alta tecnologia e inteligência artificial independente. Ela conhecia tudo além dos quatro cantos do universo e era também minha amiga.

- PRECISO SAIR DAQUI AGORA.

- O item já foi recuperado Major? – ela só podia estar de brincadeira.

- O QUE VOCÊ ACHA NEYE? AGORA ME TIRA DAQUI!

- Há um desfiladeiro á 800 m ao norte Major, estarei esperando o senhor.

- Desfi... Que seja. – corri o mais rápido que pude rumo as coordenadas que Neye havia me dado, por entre as crateras ferventes de Dakva. – Só podia ser. – Neye havia me mandado para uma zona morta do planeta onde nem os Zods, os piores mercenários do espaço colocavam os pés. O desfiladeiro estava próximo e eu já podia avistar Neye, um salto era tudo que eu precisava, até que sinto algo se enrolar em minha cintura e sou puxado para trás. – NEYE?!

- Estou capitando sinais de vida local, major... – isso só poderia ser brincadeira, eu estava sendo arrastado por uma zona morta, repleta de crateras vulcânicas por uma criatura local com tentáculos. – espécie identificada. O Sr. Esta sendo puxado por um Louzol, segundo a base de dados se trata de uma criatura Dakvaniana que reside na região de Zolding, zona morta do pais de Dakva. A criatura é conhecida por ter mais de dois metros de altura e possuir oito tentáculos capazes de alterar seu tamanho conforme a distancia de sua presa. Ele não possui visão mas tem uma audição muito aguçada é assim que identifica suas presas, carnívoro nível 5, sua boca possui mais de 200 presas afiadas, sua refeição favorita é carne humana, sua residência é entre as cavernas de Neja e só sai para se alimentar se...

- NEYE?!

- Sim major?

- Eu parei de dar atenção quando disse que sua comida preferida é humano, no caso EU, ENTÃO ME TIRA DAQUI AGORA!!!! – isso não poderia estar acontecendo, só porque estava finalmente adiantado em uma missão um mostro com tentáculos tinha que me atacar, sério mesmo?. A criatura estava me puxando cada vez mais rápido por entre as crateras não demoraria muito até que eu me torna-se a refeição do dia e isso definitivamente não estava nos meus planos.

- Major? – finalmente, pensei.

- Diz que descobriu como matar essa coisa?

- Sim major.

- Então diga de uma vez. 

- Para matar um Louzol a pessoa deve arrancar seu coração.

- Com... como é que é Neye? – ironia do destino, hoje eu morreria, em Dakva, tanto lugar no espaço para morrer e eu morreria em Dakva. – ISSO NÃO PODE SER SÉRIO NEYE? Não tem como eu fazer iss... – um puxão e sou arremessado para cima, o tentáculo havia me soltado e eu começava a cair, me atrevo a olhar e lá esta ela me esperando uma boca enorme repleta de presas afiadas e gosma verde. Meu bastão! Rapidamente passo a mão no bastão que há encaixado a minha perna espero dois segundos e o ativo no momento exato, um urro alto e agoniante e a criatura explode em pedaços me deixando coberto de gosma verde.

- Essa também é uma boa maneira de se livrar de um Louzol major. – diz Ney pelo comunicador, ela só poderia estar brincando.

- Só me tira daqui.

- Sim senhor.


A Neye 78S era o que tinha de mais moderno em tecnologia e inteligência artificial independente, como primeiro major da FIFE (Federação Internacional das Forças Estelares) eu passava mais tempo nela do que na minha própria residência em Na-I. Costumo trabalhar sozinho, acredito que parceiros nos distraem as vezes, principalmente as com quem trabalhei, e bem já tenho a Neye que faz isso muito bem, sou o melhor na minha categoria 100% de aprovação e cumprimento das missões além de nunca ter perdido um parceiro, mérito de se trabalhar sozinho.

- Ligação do superintendente Roanon Ta’Orz, major Uttron. – já era de se esperar, pensei.

- Você me colocou em confusão dessa vez Neye. Pode transferir.

- Major Uttron Koah você não deveria estar aqui há 10 anos luz atrás? – ele não parecia nada contente com meu atraso.

- Eu sei senhor só... só tive um pequeno problema.

- Sabe major seu talento como soldado é impecável e surpreendente, gostaria que sua pontualidade fosse igual – isso não foi justo, eu chegaria cedo dessa vez se não fosse aquele Louzol – recuperou o objeto?

- Sim senhor, o Nano Vuxri BB7 foi recuperado intacto, ao que me parece o rei Zollas III não teve chance de usa-la.

- Excelente. Você tem 20 minutos. Desligo.

- Sim senhor. – disse mais para eu mesmo do que para grande tela negra a minha frente. O superintendente podia ser difícil as vezes mas devo muito a ele ao longo de minha carreira, não teria chegado onde estou sem seu apoio e confiança.

- Talvez o senhor queira trocar de roupa major, já que está coberto de sangue de Louzol. – não acredito nisso, no meio de toda confusão acabei me esquecendo que estava coberto de gosma verde.

- Você me deixou falar com o superintendente assim Neye? 

- Lamento senhor, não imaginei que fosse algo que eu devesse lembra-lo.

- Claro que não. Ativar modo automático. – eu estaria em Na-I em breve depois de muito tempo fora de casa.

- Ajustando comandos para modo automático. – repetia Neye enquanto ajustava todas as coordenadas e cursos da nave.

- Lá vamos nós, entrar no superespaço. – estávamos a toda velocidade.

- Entrando no superespaço, tempo estimado de aterrisagem de dez minutos e quinze segundos.

- Ok Neye assuma daqui por favor enquanto vou me trocar.

- Sim major. 


Casa. Fazia tanto tempo que havia saído de Na-I que não sabia o que esperar, não sabia quem esperar. Casa. Não sabia ao certo se ainda tinha uma.
P.S 1 - eu sei que havia dito que essa semana teria post sobre fotos e pinterest, maaaaaas não deu tempo de tirar as fotos, então eu dei uma segurada nessas postagens, mas vou trazer elas para vocês em breve.

P.S 2 - Faz muito tempo que não trazia uma história feita por mim aqui para o blog, lembro - me que a primeira que postei foi "A Garota e o Monstro" sem dúvidas minha melhor criação - risos a parte - e logo depois eu trouxe os devaneios de Elisa nos contos de "Billy's Coffe" e o último foi o do "Assoviador" poucos eu sei. Estou com essa história de "Uttron Entre Dois Mundos" já faz um tempo lá no wattpad e resolvi trazer um pedacinho dela para vocês, se quiserem ler mais sobre essa aventura é só me acompanhar por lá. Me contem aqui o que acharam e o que esperam da história do Major Uttron.

Mal feito, feito!

20 comentários:

  1. Nossa, estou encantada pela história! Você escreve realmente MUITO bem! Vou com certeza te acompanhar la no wattpad <3

    Parabéns mesmo!

    Beijos,
    com amor, Eva.
    amavelgirassol.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado moça e acompanhe sim, pois logo mais tem capitulo novo dessa história. Um beijo.

      Excluir
  2. Oi!
    Menina, não conhecia teu cantinho mas já gostei daqui. Eu não sou fã de histórias no espaço, isso porque não gosto de Star Wars, mas fiquei encantada com o que escreveu. Vou até dar uma conferida lá no wattpad.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim não gosta de Star Wars menina??? :O fico feliz que tenha gostado do meu cantinho e fico feliz que tenha gostado da história. Um beijo.

      Excluir
  3. Moça de Deus, que maravilhoso! Você já sabe que eu amo o universo, o espaço, tudo relacionado a viagens intergalácticas, né? Histórias sobre isso são as que mais tem me chamado a atenção, então fiquei encantada com sua "prévia". Que narrativa linda! Vou adicionar lá no Wattpad, só não garanto que vou começar a ler agora haha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom bom que gostou Lu, sei que é a loca do espeço, mas quem não é não é mesmo hahaha acompanhe por lá sim inclusive estou esperando o próximo capitulo da sua. Um beijo.

      Excluir
  4. Luciana, que narrativa incrível. Amo histórias intergalácticas. Fiquei muito feliz em ler uma tão legal aqui!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada moça fico muto feliz em saber que você gostou e espero que acompanhe :3

      Excluir
  5. Oi Luciana, tudo bem?

    Gostei muito do trecho. Sempre que posso acompanho o Wattpad.
    Anotadinho aqui.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada moça, fico feliz e espero te ver por lá. Um beijo viu.

      Excluir
  6. Oi, Luciana!
    Adorei o trecho. De início fiquei meio perdida, mas depois que você explicou eu entendi. Vou dar uma olhada no wattpad.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É aqueles capítulos que deixa a gente meio confusa mas que tornam a história mais interessante haha um beijo.

      Excluir
  7. Olá,
    Muito legal a ideia da sua história. Não acompanho o Wattpad, mas já te desejo todo sucesso, viu?
    E parabéns pelo blog!

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lu!

    Adorei a história! Sua escrita é maravilhosa e pelo visto está na hora de eu visitar mais vezes o Wattpad. Parabéns!! Muito sucesso pra você!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá moça e muito obrigada, seja sempre bem vinda. Um beijo.

      Excluir
  9. Oi, Lucianda!
    Adorei o trecho que você postou! Precisei da explicação para entender, mas fiquei bem curiosa. Vou passar no Wattpad para ver o resto!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  10. Olá! Nossa, que estória legal... mas eu tenho minhas críticas, até porque, sou muito chato >.< kkk
    Nem precisa aprovar esse comentário, se for pegar mal.
    Tive dificuldade até perceber que Uttron era um homem... Talvez isso poderia ser deixado mais claro, não se referindo a ele apenas como "Uttron fez isso, Uttron fez aquilo" mas "Uttron fez isso e *ele* estava tal tal tal...

    Gostei muito dessa parte: "- Major Uttron Koah você não deveria estar aqui há 10 anos luz atrás?". Muito criativo, parabéns.

    Seus textos necessariamente precisam passar por uma revisão mais apurada, e a gente pode até negociar isso depois (me ofereço, na boa). Só me contatar pela aba Contato da minha página. Erros como "As vezes" torna o trabalho não profissional. Mas acontecem, óbvio.

    Também gostei muito da capa!!! Está profissional e mercantil demais (diferente da capa do meu futuro livro, que precisa ainda de uma boooa editada kkk). Beijos

    ResponderExcluir
  11. Toda critica é bem vinda moço e as suas já estão anotadas para futuros textos, obrigada pela ajuda e sinceridade gosto quando as pessoas falam algo para nosso bem e nos ver crescer. Pode deixar que vou levar em consideração tudo que disse; Um beijo.

    ResponderExcluir