Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos, Cassandra Clare

29/08/2018
Sinopse - "Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria."

Titulo - Instrumentos Mortais, Cidade dos Ossos
Autor (a) - Cassandra Clare
Editora - Galera Record
Paginas - 476
ISBN - 9788501087140
Adicione no Skoob
❤❤❤❤❤

Apesar de ler muitos livros ao longo dos anos confesso que nenhum autor ou autora tinha me conquistado mais ou igual a J. K. Rowling me conquistou, não é novidade que essa mulher é minha inspiração de vida e de escrita, até que Cassandra Clare apareceu. Não que ela tenha tomado o lugar da Queen Jo, coisa que acho impossível de acontecer, mas a Cassandra se tornou aquela escritora da qual eu quero ler tudo e saber tudo, gente a escrita dessa mulher me conquistou. Eu sei que esse não é o foco mas eu queria deixar claro o meu amor por essa pessoa haha. 
Pois bem, eu lembro de ter assistido ao filme Os Instrumentos Mortais, Cidade dos Ossos logo quando lançou por sinal Lily Collins divou naquela atuação na minha opinião, só ela também – pronto, falei – mas como nem tudo é um mar de rosas acabaram por cancelar a franquia e nada mais foi produzido, até que o Netflix resolveu lançar a séria Shadowhunters, eu assisti a primeira, a segunda temporada mesmo achando a atuação da Katherine McNamara péssima, gente ela quase pior do que o personagem da Bella de Crepúsculo, quando chegou a terceira temporada eu larguei mão, não dava mais para assistir até que ouvi a noticia de que a séria havia sido cancelada. Pois bem no final do ano passado eu ganhei a saga completa de presente de amigo secreto no meu trabalho, ou quase completa faltava o terceiro volume, como trabalho em uma papelaria que também é livraria eu encomendei o livro e aguardei chegar para que eu começasse a ler, meio tarde eu sei afinal já passou toda aquela febre mas eu acho que está ai a graça do negócio porque assim conseguimos talvez tirar conclusões mais sensatas por nós e não pela massa. O livro só chegou no mês passado, vê se pode? Então eu resolvi embarcar nessa história de cabeça. 
"Mais tarde, quando o pai o deixou, o menino chorou pelo animal, até que o pai enviou um empregado para recolher o corpo do pássaro e enterrá-lo. O menino nunca mais chorou, e nunca se esqueceu do que aprendeu: que amar é destruir, e que ser amado é ser destruído." - pg. 201
Em Cidade dos Ossos nos deparamos pela primeira vez com o temperamento nada fácil de Clarissa Fray também conhecida como Clary, filha única de uma pintora pouco conhecida tudo que ela sabe do seu passado é que seu pai um ex-militar morreu em um acidente de carro antes mesmo de ela nascer, ao menos era isso em que ela acreditava – acho que não precisa me preocupar com spoilers aqui haha todo mundo conhece esse drama – pois bem perto de completar 15 anos ela e seu melhor amigo Simon resolvem ir a uma boate que não tem limite de idade chamada Pandemônio lá ela se depara com um menino de cabelo azul que prende sua atenção, Clary sente algo diferente nele e não para de observa-lo até o ver entrar em um depósito com uma bela garota de vestido branco. Isso não deveria ser problema se não fosse pelo fatos dos dois garotos com armas que entraram logo depois deles. Ela desesperada segue os garotos até o deposito e presencia a morte de uma coisa que tomou o lugar do que era o garoto de cabelo azul, a parte mais estranha em tudo isso é que somente Clary pode ver aquelas pessoas, a partir dali ela embarca em um mundo onde nada é o que parece, um mundo onde há zumbis, vampiros, lobisomens, fadas, feiticeiros, demônios e Nefelins mais conhecidos como Caçadores das Sombras. 

O livro vai dando umas reviravoltas muito interessantes como eu já conhecia todo o enredo desse primeiro volume devido as adaptações não foi nada muito surpreendente para mim, o que me chamou a atenção aqui foi a construção da história. Os diálogos são super bem estruturados muito fácil de você pegar o sentimento inseridos em momentos mais sombrios, os diálogos entre Clary e Jace tem uma pegada muito cômica, esse protecionismo e ego inflado que ele trás faz toda a diferença e deixa tudo um pouco mais leve de uma maneira mais próxima do leitor, como se fosse normal aquele tipo de situação. Outra coisa que me chamou a atenção na escrita da Cassandra foi essa sutileza em que ela inseriu o submundo no plano mundano dando a entender que eles estão ali o tempo todo mas não vimos porque não temos o dom da visão, porque somos meros mundanos. 
Conhecer a verdadeira face de alguns personagens como o Rafael por exemplo refez todo o meu conceito em relação a história, sabemos que adaptações sempre muda as coisas, até o próprio Magnus nesse primeiro volume não tudo aquilo que vemos na série, porem algumas coisas me incomodaram também. Me senti confusa em alguns pontos chaves da história como quando o Luke conta toda a verdade sobre o Ciclo para Clary, ali ficou tudo um pouco confuso e difícil de se imaginar sabe, não sei senti que faltava algo para deixar aquele momento revelador, outros momentos um pouco confusos são as lutas, achei um pouco difícil de acompanhar principalmente a como o demônio maior que eles encontram essa mistura de dialogo da cena com o que a Clary esta pensando deixa você meio em parafuso – pode ter sido só comigo, vai saber – e o dialogo final entre Clary, Jace e Valentim faltou emoção, me pareceu mais palavras vazias do que um dialogo empolgante onde eles descobrem que são irmãos tantantantam – parei haha – faltou um pouquinho de mais emoção ali, mas isso não impediu que eu me apaixonasse pela história. 
"Jace não estava com eles. Estava do lado de fora da enfermaria, apoiado na parede, com as mãos ensanguentadas junto ao proprio corpo. Quando Clary parou na frente dele, suas papebras se abriram, e ela viu que ele estava com as pupilas dilatadas, todo o dourado engolido pelo preto." - pg. 348
Tem muitos pontos que acreditam que eles deveriam ter levado em consideração na hora de transformar em filme e série pontos eu acho que faria toda a diferença no final. O Alec e a Isabelle não estão tão presentes assim principalmente ali naquela reta final, é sempre mais o Jace e a Clary, ah já ia me esquecendo tem algumas coisas que a Clary faz que ficam pouco explicada sabe mas eu acho que isso se explicara nos próximos livros. O romance é notável mas não é o foco principal e isso é muito legal por que eles são adolescentes de 15 e 16 anos e a Cassandra explorou muito isso, não sexualizando sabe e até a própria descrição dos personagens é mais sutil e isso é demais gente. 
Essa resenha eu acho que é uma das maiores que já fiz gente e nem sei se ficou resenha no final mas eu queria passar todas essas impressões para vocês. Sei que muita gente já leu, mas sei também que tem pessoas que não conhecem o livro e tudo mais e isso é o que mais gosto porque sinto que somos mais verdadeiros quando falamos de uma história após a febre se é que me entendem. Já descobri que a Cassandra é igual a J. K. e está sempre lançando algo em relação a essa história então estou muito empolgada pelas continuações e descobrir toda essa verdade. Fiz aqueles potinhos ali em cima de sangue de demônio e de Nefelim para decoração e teve pessoas que me pediram para ensinar a fazer, se vocês quiserem me falem aqui que vou preparar algo legal para vocês. Me contem as impressões de vocês sobre essa história e se você ainda não conhece a palavra de Cassandra Clare de uma chance tenho certeza de que vai se encantar.

12 comentários:

  1. Que resenha maravilhosa! Pela capa achei que não ia gostar da história, mas depois da sua resenha é impossível não querer ler! Já anotei a dica!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom moça, espero que leia sim pois esse universo é maravilhoso.

      Excluir
  2. Confesso que só li até o terceiro livro, porque pra mim, naquele momento já deu a estória. Mas indico sempre que leiam a série toda porque nos livros posteriores do mesmo universo, têm momentos em que alguma personagem vai relembrar fatos, o que acontece no livro "A Dama da meia-noite", não atrapalhou a experiência, mas queria ter lido a cena para pegar o sentimento, entende? Como aqueles personagens chegaram juntos em um determinado ponto e etc. Mas não vou ler mais, acho que foi muito livro pra essa estória. rsrs

    Cara!!!! Mas se tem uma série dela que sou enlouquecidamente apaixonada, na verdade uma trilogia, As Peças Infernais, que livros maravilhosos, meu pai, me apaixonei por moça Cassandra depois deles. O segundo livro dessa trilogia A Princesa Mecânica, foi um desgraçamento para meu coração, quero nem lembrar hahaha LEIA POR FAVOR!!! Esqueça por enquanto essa e leia a trilogia hihi sou exagerada mesmo.

    Enfim, o espírito é esse pra quem lê CC ♥
    xero
    https://leayasnaya.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah eu já ouvi falar muito bem dessa trilogia e já me disseram que tem inúmeros spin off de Instrumentos Mortais por ai hahaha mas eu vou ler todos pode deixar.

      Excluir
  3. Eu tenho lembranças muito carinhosas dessa série, ela meio que foi um divisor na minha adolescencia me acordou pra literatura de uma maneira muito positiva. Nao assisti nenhuma das adaptações mas a série dos livros é uma das minhas queridinhas. Sua resenha ficou incrível e as fotos então, maravilhosas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As adaptações deixaram muito a desejar, percebi isso depois que comecei a ler os livros, mas fazer o que elas são sempre assim né hahah ela se tornou minha queridinha também e fico feliz que tenha gostado das fotos.

      Excluir
  4. Ola! Bom, está aqui uma resenha que fez sentir saudades dessa história, e me anima a continuar, só que eu não consigo! Garrei no terceiro livro e não consigo evoluir! A meu favor, tenho que dizer que amei os dois primeiros volumes, fiquei tão encantada que fiz a cagada de ir ver o filme e a série, porque estava apaixonada pelos personagens, e, deu ruim demais! Embolou a visão que eu tinha da história e eu simplesmente não retornei a leitura! Que ódio! Mas depois de ler suas impressões, acendeu um foguinho de saudade aqui, e vou me esforçar pra ler a série completa! Obrigada!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  5. Eu morro de vontade de ler os livros dessa série e adorei a sua empolgação na resenha. Eu acho que é um livro que vai me agradar muito e por ter tantas reviravoltas já me deixa ansiosa para conferir.

    ResponderExcluir
  6. Eu adorei a sua resenha. Li os livros em 2015 e concordo com você em tudo (menos a parte do filme, porque ele eu detestei). A Kat seria a Clary perfeita se tivesse uma atuação melhor... Eu gosto muito dessa série, embora não seja minha favorita do universo Shadowhunter (As Peças Infernais pisa muito). Fico feliz que você tenha gostado, quanto mais fãs da tia Cassie melhor!!


    Xoxo,
    Abby
    Blog Linhas Tortas

    PS: você sabia que ela escrevia fanfics de Harry Potter? E era bastante conhecida lá fora por isso? Rainha mesmo né!

    ResponderExcluir
  7. Olá.

    Antes de tudo: suas fotos estão divinas! E eu adorei sua resenha. Ainda não li essa série e nada da autora, mas fico curiosa quando leio uma resenha positiva. Gosto de livros que trazem boas reviravoltas e tudo mais. Talvez eu dê uma chance para ele.

    Beijos,
    www.psamoleitura.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Luciana.

    Eu conheço a história do livro através do filme e sempre teve muita vontade de lê-lo. Ainda mais depois que li sua resenha mostrando como a versão literária é maravilhosa. Adorei saber que o livro traz umas reviravoltas muito interessantes. Vou tentar adquirir pelo menos o primeiro para ler logo. Parabéns pela resenha.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Lu,
    Sou louca pra ler essa série, já tenho o box a mais de um ano e ainda não consegui parar pra ler, e confesso que depois que assisti a série, meio que desanimei, mas você acordou minha curiosidade de novo, adorei a resenha.

    beijokas

    ResponderExcluir